A FALTA DE INVESTIMENTO INIBE A MISSÃO INTEGRAL!

A FALTA DE INVESTIMENTO INIBE A MISSÃO INTEGRAL!

Jesus certa vez disse que a obra é grande mais os trabalhadores são poucos, e mandou que os seus discípulos orassem a Deus para que houvesse o envio de trabalhadores para a obra. Quando Ele diz que a obra é grande, está logicamente falando que existe muito trabalho a fazer aqui na terra para o Reino de Deus, anunciar a salvação, lutar por justiça, repreender o opressor, defender a causa dos necessitados, amar o próximo, formatar sociedades justas faz parte entre outras coisas desse trabalho.

O problema é que o Senhor também diz que poucos são os trabalhadores para esse tipo de trabalho, há pouco interesse em fazer esse trabalho, a motivação das pessoas não está canalizada para realizar essa obra, são poucos os que investem nisso, são poucos os que aceitam viver militando em prol do Reino.

Veja hoje a nossa realidade aqui no Brasil: Temos um pré-cristianismo institucionalizado onde não se vive o Reino e sim se vive tirando proveito do sistema implantado desse mundo, esse modelo reforça a maldade, reforça a vida egoísta, reforça a corrupção, reforça a violência, reforça o analfabetismo, reforça o consumismo, reforça a ganância, é só você olhar a sua cidade e os membros da sua igreja, todos caminham de mãos dadas para concordar com esse sistema que privilegia alguns e exclui a maioria.

Não há investimento amplo para a missão, o que há são algumas migalhas que os mais abastados jogam das suas mesas, isso é vergonhoso, é maligno, a cabeça das pessoas é tão tomada pelos conceitos desse mundo que quase ninguém valoriza aqueles que ousadamente decidem aceitar trabalhar na seara do Senhor, a senadora Marina Silva disse que o Brasil precisa de pessoas comprometidas com Deus para tirar a nação do mar de lama da corrupção, ela comparou a corrupção com o apartheid na África do Sul, somos a oitava economia do planeta e somos o terceiro pior país do mundo em desigualdade social, o Rio de Janeiro, nosso estado, é o segundo pior no índice educacional, Itaguaí, o meu município é o mais violento do estado, é o primeiro em incidência de AIDS, péssimo na educação, vergonhoso na saúde, onde estão os ditos 45 milhões de crentes? Se são realmente crentes estão fazendo o que? Estão servindo a quem?

A grande verdade é que o deus dessa nação é Mamom (dinheiro), todos trabalham iguais loucos para servi-lo, é por isso que o assunto mais sério é sempre o dinheiro, é por isso que aquele que tem o dinheiro é sempre o mais respeitado, paparicado, rodeado de gente, é por isso que quando alguém se propõe a viver para o Reino é visto como um desalojado desse sistema, é visto como um peso para alguns, é visto até como um preguiçoso que não gosta de “pegar no batente”, é visto como um problema, é visto como um perturbador da ordem estabelecida, é visto como um irresponsável, é visto exatamente como a sociedade da época viu Jesus, um louco, que perturbava o poder e a religião com as suas palavras e ações, Jesus não foi bem aceito nesse mundo, os poderosos sentiram-se desconfortáveis com a sua presença.

Jesus não se associou a eles, não coadunou com as suas idéias, ele escandalizou os poderosos quando aceitou na sua missão ser sustentado por algumas mulheres, escandalizou os seus discípulos quando permitiu que uma pecadora derramasse sobre a sua cabeça um perfume caríssimo, escandalizou os religiosos quando curou no sábado e quando aceitava o convite pata comer na casa de pecadores. Jesus assustou a sociedade da época com atitudes revolucionárias, com ensinamentos inovadores( andar a segunda milha, dar a capa e também a túnica, cuidar das crianças, acolher o necessitado, curar o enfermo, alimentar o faminto, perdoar o inimigo, humanizar as mulheres, etc….).

Infelizmente hoje no Brasil vivemos o drama da indiferença para o investimento na missão, temos uma fila enorme de ex-combatentes que sem ter a quem recorrer pararam na beira do caminho e hoje estão servindo a mamom, temos também uma fila enorme de combatentes cansados que sem estímulo para caminhar estão apenas se arrastando. Creio ser esse um dos maiores pecados dessa geração: a falta de entendimento e de visão para investir na missão. Enquanto isso não acontece a igreja colabora com o inimigo. Pense nisso!!!! A Deus toda a glória!!!!

Deixe uma resposta