A voz de Itaguaí e da Costa Verde na Alerj

Deputado Aramis Brito promete brigar pelas causas de sua região e pedir reforço na segurança

Com idéias concretas visando o reforço na segurança em Itaguaí, Baixada Fluminense e Costa Verde, além das da defesa das causas sociais, o ministro do Evangelho, Aramis Brito, tomou posse como deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro nesta terça-feira, 24 de janeiro. Pai de oito filhos e casado com Flávia Brito, Aramis sempre foi ativista político em Itaguaí, colunista de jornais locais e secretário de Assistência Social de Itaguaí na última gestão.

Agora, nesta nova missão, Aramis pretende dar luz a toda região da Costa Verde e Itaguaí, seu maior foco de atuação política.

– Uma das primeiras ações do meu mandato é buscar uma reunião com o secretário de Segurança do Estado, Roberto Sá, para pedir reforço em toda Costa Verde, Zona Oeste e Baixada Fluminense. Assumir como deputado é a continuidade de uma luta a favor de uma sociedade mais justa. Quero deixar meus agradecimentos a todos que acreditaram em mim, eleitores da Costa Verde, Zona Oeste e principalmente, a população de Itaguaí – destacou, Aramis Brito.

Ainda de acordo com Aramis, a política precisa ser pautada no diálogo entre o político e a sociedade, somente deste modo, é possível traçar estratégias para atender o cidadão e diminuir os impactos da crise econômica.

– Quando a crise é econômica, o pobre deve ao rico. Quando a crise é social o rico deve ao pobre. Essa é minha principal bandeira. Minha vida política sempre foi pautada pelo diálogo com a sociedade, então, pretendo continuar fazendo este trabalho ouvindo as necessidades de moradores e fazendo da minha vida pública, um retorno real para a sociedade e sempre focado em quem mais precisa – disse o deputado, após assinar a nomeação, em seu gabinete.

Livro assinado, vamos que vamos! #DeputadoEstadual #Itaguaí #RJ

Uma foto publicada por Aramis Brito (@aramisbrito) em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *